Suplemento Musical
Das 00:00 às 04:29
com - Computador -

Informativo 89

AÇUDE DO MENDUBIM ELEVOU EM 14 CENTÍMETROS SUA LÂMINA DE ÁGUA

As recentes chuvas também trouxeram aumento de volume em alguns dos 47 reservatórios estaduais, com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn). A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves recebeu 10 centímetros no seu volume de água em três dias. Já o Açude do Mendubim, em Assú, teve uma elevação de 14 centímetros, enquanto o reservatório de Passagem das Traíras, em São José do Seridó, teve um aumento de volume de 21. Na região Oeste, o único manancial a apresentar mudança significativa foi o Açude Morcego que aumentou seu volume em dois centímetros. O diretor-presidente do Igarn, Josivan Cardoso, destaca que esses aumentos ainda são baixos e que o uso consciente da água é essencial.

Esperamos que as chuvas continuem e se intensifiquem para que os volumes realmente possam aumentar e melhorar a situação das reservas hídricas do estado. É importante a população ter consciência sobre o uso sustentável da água, já que as reservas continuam baixas”, explicou por meio da assessoria de imprensa do Igarn. Além dos reservatórios, houve também o aumento nos volumes dos rios que cortam o estado e também de lagoas. A de Extremoz recebeu cinco centímetros de água, a do Jiquí, 34 centímetros, e a do Bonfim ganhou quatro centímetros.

  • 16 - fev/2018
  • AÇUDE DO MENDUBIM ELEVOU EM 14 CENTÍMETROS SUA LÂMINA DE ÁGUA

    As recentes chuvas também trouxeram aumento de volume em alguns dos 47 reservatórios estaduais, com capacidade superior a cinco milhões de metros cúbicos, monitorados pelo Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn). A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves recebeu 10 centímetros no seu volume de água em três dias. Já o Açude do Mendubim, em Assú, teve uma elevação de 14 centímetros, enquanto o reservatório de Passagem das Traíras, em São José do Seridó, teve um aumento de volume de 21. Na região Oeste, o único manancial a apresentar mudança significativa foi o Açude Morcego que aumentou seu volume em dois centímetros. O diretor-presidente do Igarn, Josivan Cardoso, destaca que esses aumentos ainda são baixos e que o uso consciente da água é essencial.

    Esperamos que as chuvas continuem e se intensifiquem para que os volumes realmente possam aumentar e melhorar a situação das reservas hídricas do estado. É importante a população ter consciência sobre o uso sustentável da água, já que as reservas continuam baixas”, explicou por meio da assessoria de imprensa do Igarn. Além dos reservatórios, houve também o aumento nos volumes dos rios que cortam o estado e também de lagoas. A de Extremoz recebeu cinco centímetros de água, a do Jiquí, 34 centímetros, e a do Bonfim ganhou quatro centímetros.

    - Sites para rádios com stream e App grátis - microsysteminfo.com.br -