Informativo 89

Agentes e escrivães recusam proposta do governo e paralisação da Polícia Civil do RN continua por tempo indeterminado

Policiais civis do Rio Grande do Norte vão continuar paralisados. A decisão foi tomada em assembleia, no final da manhã desta quinta-feira (27), após a categoria avaliar e rejeitar a proposta apresentada mais cedo pelo governo, que é a de pagar o 13º salário de 2017 apenas para os policiais da ativa. O pagamento seria feito nesta sexta (28).

Agentes e escrivães estão parados desde a manhã da quarta (26) em protesto contra os salários atrasados. Estão em aberto o 13º salário de 2017 de todos os servidores públicos que ganham acima de R$ 5 mil, o que inclui a maior dos agentes da segurança pública. Além disso, o governo ainda não divulgou quando vai pagar os salários de dezembro nem o 13º deste ano.

“O governo quer pagar o 13º de 2017 apenas para os servidores da ativa, deixando de fora os aposentados e pensionistas. Sem falar que a proposta apresentada não menciona nada sobre o 13º deste ano nem fala do salário de dezembro”, explicou Nilton Arruda, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do RN.

“Colocamos a proposta em votação e a categoria não aceitou o acordo. A paralisação vai continuar, e está ainda mais fortalecida”, acrescentou o presidente do Sinpol.

Salários atrasados
O governo do estado não pagou o 13º salário de 2017 dos servidores públicos que ganham acima de R$ 5 mil, o que inclui a maior parte dos servidores da segurança pública. Além disso, ainda não divulgou quando vai pagar os salários de dezembro nem o 13º deste ano.

Policiais Civis durante protesto pelo pagamento do 13º salário de 2017 — Foto: Thyago Macedo/Sinpol/Divulgação

Segundo o Sinpol, a paralisação afeta o funcionamento de mais de 95% das 160 delegacias da Polícia Civil no estado. “Só estamos recebendo os casos de flagrante. Em Natal, os boletins estão sendo feitos no Comando Geral da PM. E, no interior, apenas nas delegacias regionais de Caicó e Mossoró”, ressaltou Nilton. Na Grande Natal, ainda de acordo com o sindicato, apenas a Delegacia de Nísia Floresta funciona normalmente.

Em Natal, a Polícia Civil possui 15 delegacias distritais e 18 especializadas. Todas, ainda de acordo com o presidente do Sinpol, estão fechadas e com os telefones cortados por falta de pagamento. A Delegacia Geral da Polícia Civil (Degepol) confirma apenas o corte dos telefones.

  • 27 - dez/2018
  • Agentes e escrivães recusam proposta do governo e paralisação da Polícia Civil do RN continua por tempo indeterminado

    Policiais civis do Rio Grande do Norte vão continuar paralisados. A decisão foi tomada em assembleia, no final da manhã desta quinta-feira (27), após a categoria avaliar e rejeitar a proposta apresentada mais cedo pelo governo, que é a de pagar o 13º salário de 2017 apenas para os policiais da ativa. O pagamento seria feito nesta sexta (28).

    Agentes e escrivães estão parados desde a manhã da quarta (26) em protesto contra os salários atrasados. Estão em aberto o 13º salário de 2017 de todos os servidores públicos que ganham acima de R$ 5 mil, o que inclui a maior dos agentes da segurança pública. Além disso, o governo ainda não divulgou quando vai pagar os salários de dezembro nem o 13º deste ano.

    “O governo quer pagar o 13º de 2017 apenas para os servidores da ativa, deixando de fora os aposentados e pensionistas. Sem falar que a proposta apresentada não menciona nada sobre o 13º deste ano nem fala do salário de dezembro”, explicou Nilton Arruda, presidente do Sindicato dos Policiais Civis do RN.

    “Colocamos a proposta em votação e a categoria não aceitou o acordo. A paralisação vai continuar, e está ainda mais fortalecida”, acrescentou o presidente do Sinpol.

    Salários atrasados
    O governo do estado não pagou o 13º salário de 2017 dos servidores públicos que ganham acima de R$ 5 mil, o que inclui a maior parte dos servidores da segurança pública. Além disso, ainda não divulgou quando vai pagar os salários de dezembro nem o 13º deste ano.

    Policiais Civis durante protesto pelo pagamento do 13º salário de 2017 — Foto: Thyago Macedo/Sinpol/Divulgação

    Segundo o Sinpol, a paralisação afeta o funcionamento de mais de 95% das 160 delegacias da Polícia Civil no estado. “Só estamos recebendo os casos de flagrante. Em Natal, os boletins estão sendo feitos no Comando Geral da PM. E, no interior, apenas nas delegacias regionais de Caicó e Mossoró”, ressaltou Nilton. Na Grande Natal, ainda de acordo com o sindicato, apenas a Delegacia de Nísia Floresta funciona normalmente.

    Em Natal, a Polícia Civil possui 15 delegacias distritais e 18 especializadas. Todas, ainda de acordo com o presidente do Sinpol, estão fechadas e com os telefones cortados por falta de pagamento. A Delegacia Geral da Polícia Civil (Degepol) confirma apenas o corte dos telefones.

    - Sites para rádios com stream e App grátis - microsysteminfo.com.br -
    Eric Sogard Womens Jersey