Palavra da Igreja
Das 06:30 às 07:10
com Hernandes Araújo

Informativo 89

Sargento da PM é preso suspeito de participação em morte de universitária em Caicó, RN

Zaira dos Santos Cruz, de 22 anos, foi encontrada morta dentro de um carro no sábado de carnaval, em Caicó. Prisão do suspeito aconteceu na manhã desta sexta (15) em Currais Novos.

Uma operação da Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (15) em Currais Novos, município do Seridó potiguar, um sargento da Polícia Militar suspeito de participação na morte da universitária Zaira dos Santos Cruz, de 22 anos. A estudante foi encontrada morta na manhã do sábado de carnaval dentro de um carro na cidade de Caicó, que fica na mesma região.

Zaira, o sargento e mais um grupo de amigos alugaram uma casa para passar o carnaval em Caicó. E foi lá onde o crime aconteceu. Segundo o delegado Leonardo Germano, da DP de Caicó, Zaira foi assassinada pelo PM por asfixia mecânica, ou seja, foi estrangulada. Porém, a motivação ainda não foi revelada.

“O policial se reservou ao direito de permanecer em silêncio e só falar em juízo”, acrescentou o delegado. Ainda de acordo com Germano, há fortes indícios de que a universitária tenha sido estuprada. “Eles não era namorados, mas estavam tendo um relacionamento. Foi o que disseram os amigos que estavam na casa”, complementou.

Zaira morava em Mossoró, onde cursava Engenharia Química da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa). Ela deveria se formar ainda este ano.

Há 15 anos na PM, o sargento é lotado no Fórum de Currais Novos. Ele foi preso em casa, sob força de um mandado de prisão preventiva.

  • 15 - mar/2019
  • Sargento da PM é preso suspeito de participação em morte de universitária em Caicó, RN

    Zaira dos Santos Cruz, de 22 anos, foi encontrada morta dentro de um carro no sábado de carnaval, em Caicó. Prisão do suspeito aconteceu na manhã desta sexta (15) em Currais Novos.

    Uma operação da Polícia Civil prendeu na manhã desta sexta-feira (15) em Currais Novos, município do Seridó potiguar, um sargento da Polícia Militar suspeito de participação na morte da universitária Zaira dos Santos Cruz, de 22 anos. A estudante foi encontrada morta na manhã do sábado de carnaval dentro de um carro na cidade de Caicó, que fica na mesma região.

    Zaira, o sargento e mais um grupo de amigos alugaram uma casa para passar o carnaval em Caicó. E foi lá onde o crime aconteceu. Segundo o delegado Leonardo Germano, da DP de Caicó, Zaira foi assassinada pelo PM por asfixia mecânica, ou seja, foi estrangulada. Porém, a motivação ainda não foi revelada.

    “O policial se reservou ao direito de permanecer em silêncio e só falar em juízo”, acrescentou o delegado. Ainda de acordo com Germano, há fortes indícios de que a universitária tenha sido estuprada. “Eles não era namorados, mas estavam tendo um relacionamento. Foi o que disseram os amigos que estavam na casa”, complementou.

    Zaira morava em Mossoró, onde cursava Engenharia Química da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (Ufersa). Ela deveria se formar ainda este ano.

    Há 15 anos na PM, o sargento é lotado no Fórum de Currais Novos. Ele foi preso em casa, sob força de um mandado de prisão preventiva.

    - Sites para rádios com stream e App grátis - microsysteminfo.com.br -